Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/31764
Type: Dissertação
Title: Transformações do eu na velhice : estudo psicanalítico sobre algumas consequências psíquicas e para a prática clínica
Other Titles: Transformations of the ego in old age : psychoanalytic study on some psychic consequences and for clinical practice
Authors: Vanessa Biscardi Matos
First Advisor: Fábio Roberto Rodrigues Belo
First Referee: Maria Teresa de Melo Carvalho
Second Referee: Fernanda Canavêz de Magalhães
Third Referee: Fernando Genaro Junior
Abstract: Este trabalho aborda as transformações do eu na velhice, suas possíveis consequências para o sujeito e para a condução do tratamento psicanalítico, a partir da teoria da sedução generalizada de Jean Laplanche. Tendo como ponto de partida a observação clínica da recorrência com que, em alguns atendimentos de velhos, é mais necessário intervenções a fim de síntese do que interpretações com fins de análise, interrogamos o ocorre em termos de funcionamento psíquico, bem como possibilidades de manejo e técnica para a condução do tratamento psicanalítico nestes casos. Estabelecemos a hipótese de que, se por um lado o inconsciente não se modifica quanto às suas características e ao seu funcionamento, por outro lado, a experiência da velhice para alguns sujeitos idosos provoca particulares transformações do eu que interferem tanto nos processos de subjetivação, quanto na condução do caso clínico pelo psicanalista. Os resultados encontram-se apresentados em dois artigos. No primeiro, descrevemos o panorama demográfico atual, o qual é também uma justificativa para o compromisso ético de empenho de teorizações que dêem embasamento para o atendimento psicanalítico de idosos; apresentamos uma conceituação do termo velhice, o qual é exterior à psicanálise e importante para a nossa proposta de trabalho; articulamos tal conceito à teoria psicanalítica; e fazemos uma leitura do livro “a máquina de fazer espanhóis”, de valter hugo mãe (2016), nos moldes de uma escuta clínica, utilizando seus elementos para propor os nossos desdobramentos teóricos embasados na teoria da sedução generalizada de Jean Laplanche. No segundo artigo, partimos da proposição de que a velhice, em dado momento, impõe uma atuaização de mensagens enigmáticas e modificações do eu, o que é vivido por alguns sujeitos de forma traumática. E, embasados na construção teórica realizada a partir da teoria da sedução generalizada quanto à tal atualização e às transformações egóicas, bem como no texto “Inibições, sintomas e ansiedade” (Freud, 1926/ 1996), abordamos o atendimento psicanalítico desses sujeitos. Concluímos que as consequências da velhice experimentadas com dor psíquica e manifestadas na clínica como traumáticas requerem um manejo peculiar. Pensar o tratamento psicanalítico nestes casos, onde a clínica tradicional das neuroses histéricas e obsessivas não são suficientes, nos levaram à proposição do analista como testemunha (Gondar, 2017) junto à sua posição como guardião do enigma (Laplanche, 1993).
Abstract: This work deals with the modifications of the self in old age, its possible consequences for the subject and for the conduct of the psychoanalytic treatment, from the theory of generalized seduction. Taking as a starting point the clinical observation of the recurrence with which, in some care of the elderly, interventions are more necessary in order to synthesize than interpretations for purposes of analysis, we question what occurs in terms of psychic functioning, as well as management possibilities and technique for conducting psychoanalytic treatment in these cases. We hypothesize that, while on the one hand the unconscious does not change in terms of its characteristics and functioning, on the other hand, the experience of old age for some elderly people causes particular transformations of the self that interfere both in the processes of subjectivation and in the conduction of the clinical case by the psychoanalyst. The results are presented in two articles. In the first, we describe the current demographic panorama, which is also a justification for the ethical commitment of theorizing theories that provide a foundation for the psychoanalytic care of the elderly; we present a conceptualization of the term old age, which is external to psychoanalysis and important for our work proposal; we articulate this concept to psychoanalytic theory; and we make a reading of the book "a máquina de fazer espanhóis", by valter hugo mãe (2016), in the form of a clinical listening, using its elements to propose our theoretical developments based on Jean Laplanche's theory of generalized seduction. In the second article, we start from the proposition that old age, in a given moment, imposes an update of enigmatical messages and modifications of the self, which is experienced by some subjects in a traumatic way. Based on the theoretical construction of generalized seduction theory, as well as the text "Inhibitions, Symptoms and Anxiety" (Freud, 1926/ 1996) about this update of enigmatical messages and the egoic modifications, we address the psychoanalytic care of these subjects. We conclude that the consequences of old age experienced with psychic pain and manifested in the clinic as traumatic, require a peculiar management. To think of psychoanalytic treatment in these cases, where the traditional clinic of hysterical and obsessive neuroses are not enough, led us to the analyst’s proposition as a witness (Gondar, 2017) along with his position as enigma's keeper (Laplanche 1993).
language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
Publisher Initials: UFMG
metadata.dc.publisher.department: FAF - DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/31764
Issue Date: 18-Feb-2019
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools