Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/MCCR-6W9PCU
metadata.dc.type: Tese de Doutorado
Title: Características demográficas e sócio-ocupacionais dos migrantes nascidos nos países do Cone Sul residentes no Brasil
metadata.dc.creator: Gabriela Adriana Sala
metadata.dc.contributor.advisor1: Eduardo Luiz Goncalves Rios Neto
metadata.dc.contributor.advisor2: Jose Alberto Magno de Carvalho
metadata.dc.contributor.referee1: Ana Maria Hermeto Camilo de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee2: Ralfo Edmundo da Silva Matos
metadata.dc.contributor.referee3: Rosana Aparecida Baeninger
metadata.dc.contributor.referee4: Andre Junqueira Caetano
metadata.dc.description.resumo: Nas décadas anteriores ao Censo Demográfico de 2000, a composição da população nascida nos países que integram o Mercosul e Estados Associados, residente no Brasil, mudou. Isto sugere uma série de questões sobre as características demográficas, educacionais, trabalhistas e de rendimentos dos imigrantes e sobre suas diferenças com os trabalhadores brasileiros.Nesta tese são estimados os saldos migratórios de imigrantes nascidos na Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai, correspondentes às décadas de oitenta e noventa para o Brasil, como um todo, e para os estados brasileiros que concentravam maior proporção de pessoas provenientes dos países mencionados. Também são analisadas algumas características demográficas dessas populações, as quais permitem detectar processos de envelhecimento e feminização desta população entre 1980 e 2000. São estudadas as mudanças no nível de instrução e na estrutura ocupacional dos imigrantes, de diferentes coortes migratórias, determinadas por ano em que foi fixada a residência no Brasil. Também se determina a magnitude da presença e as características dos imigrantes qualificados do Cone Sul no Brasil.Apresentam-se duas tipologias dos trabalhadores de cada sexo, naturais do Cone Sul, seguindo uma abordagem de natureza multidimensional, baseada no método Grade of Membership (GoM).A tese estima os níveis de concentração e segregação, segundo ramos de atividade econômica e ocupação, dos trabalhadores originários do Cone Sul e compara estes níveis com os níveis estimados para indivíduos nascidos no Brasil. Esta comparação é feita a partir do índice de associação global obtido num modelo log-linear saturado, para o Brasil e para estados selecionados.Adicionalmente, são comparados indicadores que relacionam capital humano e desempenho econômico da mão-de-obra imigrante do Cone Sul, e daquela nascida no Brasil, a partir de diferentes equações salariais. Por fim, para captar expressões de discriminação salarial, esta tese também mede os diferenciais dos rendimentos dos trabalhadores nativos e imigrantes do Cone Sul, por meio da decomposição de Oaxaca.
Abstract: In the decades prior the 2000 Demographic Census, the composition of the population from Mercosur and Associated States, resident in Brazil, changed. This process gives rise to a series of questions about immigrants demographic, educational, labor and wage characteristics and about differences between them and Brazilian workers.This thesis estimates migratory balances for immigrants born in Argentina, Bolivia, Chile, Paraguay and Uruguay in the eighties and nineties, for Brazil, as a whole, and for the Brazilian states that concentrated the largest proportions of population of these immigrants. It also analyzes some demographic characteristics from these populations that allow detecting processes of population aging and feminization, between 1980 and 2000.This thesis analyzes the educational changes of the cohorts of immigrants from Argentina, Bolivia, Chile, Paraguay and Uruguay, determined by the year that they established their residence in Brazil. It also estimates the magnitude of the presence and the characteristics of Brazilian South Cone qualified immigrants. It presents two typologies of the South Cone workers, for each sex, following a multidimensional approach, based on the Grade of Membership (GoM) method.It also estimates the immigrant workers concentration and segregation levels, according to job and sectors of economic activity, comparing them with workers born in Brazil. By using different wage equations, it compares indicators that relate human capital and economic performance from South Cone immigrants to Brazilian workers. In order to capture expressions of wage discrimination, this work measures native and immigrant workers incomes differentials through the Oaxaca decomposition.
metadata.dc.subject.other: Argentinos Brasil Condições econômicas
Bolivianos Brasil Condições econômicas
Parguaios Brasil Condições econômicas
Chilenos Brasil Condições econômicas
Trabalhadores estrangeiros Brasil Condições econômicas
Imigrantes Brasil Condições econômicas
Uruguaios Brasil Condições econômicas
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/MCCR-6W9PCU
Issue Date: 29-Nov-2005
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File SizeFormat 
gabriela_adriana_sala.pdf2.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.