Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/30528
Type: Monografia
Title: Instrumentos utilizados para avaliação funcional em pacientes idosos amputados de membros inferiores: uma revisão narrativa
Authors: Grazielle Carvalho de Oliveira Andrade
First Advisor: Daniele Sirineu Pereira
First Referee: Daniele Sirineu Pereira
Abstract: Com o envelhecimento populacional há um aumento considerável dos pacientes submetidos às amputações, caracterizando um problema de saúde pública. As amputações de membros inferiores são consideradas um fator de incapacidade, com impacto significativo na funcionalidade, em especial em pessoas idosas. A avaliação de capacidade funcional é imprescindível para que o fisioterapeuta e a equipe de reabilitação sejam capazes de determinar sobre a protetização e evolução do paciente. O objetivo dessa revisão foi identificar na literatura instrumentos utilizados para avaliação funcional em pacientes idosos amputados de membros inferiores e proceder uma análise crítica. Após busca nos bancos de dados (PUBMED, MEDLINE, LILACS, PEDRO, BIREME, GOOGLE ACADÊMICO, SCIELO) e análise da literatura, foram selecionados 06 estudos pertinentes ao objetivo da revisão. As amostras variaram de 16 a 938 pacientes, todos com idade superior a 60 anos. Em todos os estudos, houve pacientes com amputação de diferentes níveis, unilateral ou bilateral. Foram identificados 7 (sete) instrumentos: Teste de Caminhada de 2 minutos (TC2´), Teste de caminhada de 6 minutos (TC6’), Escala de Equilíbrio de Berg, Timed Up and Go (TUG), Teste Funcional de Fullerton, Índice de Barthel, SIGAM mobility (Special Interest Group in Amputee Medicine mobility). Destes cinco são testes comumente usados para a avaliação idosa. No entanto, apenaso SIGAM mobility e o Timed Up and Go (TUG), foram validados para indivíduos com amputações de membros inferiores. Embora evidências na literatura destaquem a importância do uso de instrumentos com propriedades psicométricas bem estabelecidas para avaliação funcional, há carência de estudos sobre os instrumentos direcionados à indivíduos amputados, especialmente, idosos. Uma vez que a avaliação funcional, a partir do uso de instrumentos válidos e confiáveis, contribui para uma prescrição e indicação correta da prótese, são necessários estudos que investiguem quais são aqueles mais apropriados às especificidades da população de idosos amputados. Tais informações podem garantir uma abordagem da real demanda do paciente idoso amputado, possibilitando direcionamento da reabilitação, visando a independência e a prescrição adequada para o sucesso na adaptação da prótese.
Abstract: With the aging population there is a considerable increase of patients submitted to amputations, characterizing a public health problem. Lower limb amputations are considered a disability factor, with a significant impact on functionality, especially in the elderly. The evaluation of functional capacity is essential for the physiotherapist and the rehabilitation team to be able to determine the patient's progression and development. The objective of this review was to identify in the literature instruments used for functional evaluation in elderly amputees of lower limbs and to carry out a critical analysis. After searching the databases (PUBMED, MEDLINE, LILACS, PEDRO, BIREME, GOOGLE ACADEMICO, SCIELO) and analysis of the literature, we selected 06 studies pertinent to the objective of the review. Samples ranged from 16 to 938 patients, all over the age of 60 years. In all studies, there were patients with amputation of different levels, unilateral or bilateral. Seven (7) gait tests were identified: 2-minute Walk Test (TC2 '), 6-minute Walk Test (TC6'), Berg Balance Scale, Timed Up and Go (TUG), Fullerton Functional Test, Index of Barthel, SIGAM mobility (Special Interest Group in Amputee Medicine mobility). Of these five are commonly used tests for the elderly evaluation. However, only SIGAM mobility and the Timed Up and Go (TUG) were validated for individuals with lower limb amputations. Although evidence in the literature highlights the importance of the use of instruments with wellestablished psychometric properties for functional evaluation, there is a lack of studies on instruments aimed at amputees, especially the elderly. Since the functional evaluation, based on the use of valid and reliable instruments, contributes to a prescription and correct indication of the prosthesis, studies are needed that investigate which ones are more appropriate to the specificities of the population of elderly amputees. Such information can guarantee an approach to the real demand of the elderly amputated patient, enabling rehabilitation targeting, aiming for independence and adequate prescription for success in the adaptation of the prosthesis.
language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
Publisher Initials: UFMG
metadata.dc.publisher.department: EEFFTO - ESCOLA DE EDUCAÇÃO FISICA, FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
metadata.dc.publisher.program: Curso de Especialização em Avanços Clínicos em Fisioterapia
Rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/30528
Issue Date: 6-Jul-2019
Appears in Collections:Especialização em Avanços Clínicos em Fisioterapia



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.