Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/31082
Type: Dissertação
Title: Comportamentos cooperativos em crianças pequenas e instrução com monitoramento em uma tarefa de brincadeira
Other Titles: Cooperative behaviors in young children and instruction with monitoring in a play task
Authors: Paula Fonseca Soares de Almeida
First Advisor: Thais Porlan de Oliveira
First Referee: Viviane Verdu Rico
Second Referee: Marcelo Frota Lobato Benvenuti
Abstract: Para investigar aspectos da interação social infantil em um contexto estruturado de brincadeira, categorizamos comportamentos de cooperação em crianças pequenas considerando como variáveis contextuais relevantes a presença do par como antecedente, o manejo de objetos disponíveis para obter consequência comum e a instrução com monitoramento de um adulto. Participaram do primeiro estudo oito crianças de média de idade de 25 meses e oito crianças de média de idade de três anos e 9 meses (N=16). Elas deveriam realizar uma tarefa de brincadeira em dupla, trabalhando em conjunto para receber um reforçador no final, podendo contar com o auxílio da experimentadora. Em um segundo estudo participaram seis crianças de 25 meses e duas duplas de três anos e 9 meses (N=10), que dessa vez realizaram a tarefa sem auxílio de um adulto. Os comportamentos cooperativos do primeiro estudo foram mais frequentes em comparação aos do segundo, indicando que ao serem guiadas em uma atividade de dupla, as crianças tendem a cooperar mais. As duplas de três anos cooperaram mais (estudos 1 e 2) e as mais novas mostraram um número mais frequente de comportamentos não cooperativos (estudos 1 e 2). Os resultados apontam uma sensibilidade maior das crianças mais velhas a consequências programadas para serem reforçadoras.
Abstract: In order to investigate aspects of child social interaction in a structured context of play, we categorize cooperative behaviors in young children, considering as relevant contextual variables the presence of the pair as antecedent, the management of available objects to obtain a common consequence, and the instruction with adult monitoring. Eight children aged 25 months and eight children aged 3 years and 9 months (N = 16) participated in the first part of the study. They should perform a double play task, working together to receive a reward at the end, and they could count on the help of the experimenter. In a second part of the experiment, six 25-month-olds and two 3-years and 9-month-olds (N = 10) participated in this experiment, who performed the task without adult help. The cooperative behaviors of part 1 of the study were more frequent compared to those in part 2, indicating that when they are guided in a double activity, children tend to cooperate more. Three-year pairs cooperated more (parts 1 and 2) and younger pairs showed a more frequent number of non-cooperative behaviors (parts 1 and 2). The results point to a greater sensitivity of older children to consequences programmed to be reinforcing.
language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
Publisher Initials: UFMG
metadata.dc.publisher.department: FAF - DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia: Cognição e Comportamento
Rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/31082
Issue Date: 26-Jun-2019
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PaulaDissertacao.pdfComportamentos cooperativos em crianças pequenas e instrução com monitoramento em uma tarefa de brincadeira1.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools