Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/33707
Type: Dissertação
Title: Análise psicométrica do índice de vulnerabilidade clínico funcional 20
Authors: Edmar Geraldo Ribeiro
First Advisor: Isabel Yovana Quispe Mendoza
Abstract: Introdução: Instrumentos de medida desempenham um importante papel na pesquisa, na prática clínica e na avaliação de saúde. Estudos realizados sobre a qualidade desses instrumentos fornecem evidências do comportamento das propriedades psicométricas avaliadas, o que auxilia o pesquisador e profissional na escolha da melhor ferramenta para utilização. Na população idosa, a fragilidade pode ser identificada nos idosos que apresentam um estado de vulnerabilidade fisiológica, resultante de uma reserva homeostática reduzida. Para esta finalidade foi construído o Índice de Vulnerabilidade Clínico Funcional - 20 (IVCF-20), cuja base conceitual sobre fragilidade é considera-la como uma síndrome multidimensional. Objetivo geral: Avaliar as propriedades psicométricas do IVCF-20 pela Teoria de Resposta ao Item (TRI). Método: Estudo metodológico, analítico de abordagem quantitativa, desenvolvido com 396 idosos da região Centro Sul de Belo Horizonte/ Minas Gerais. O instrumento foi analisado através da Teoria de Resposta ao Item (TRI), utilizando o Modelo Logístico de 2 Parâmetros. Resultados: O Alfa de Cronbach geral foi de 0,73 e a retirada de qualquer item não ocasionou alteração significativa no IVCF-20. Houve correlação bisserial positiva com a variável latente. Atividades de Vida Diária Instrumentais apresentaram a maior correlação (r=0,60) com o traço latente. A idade, problemas de audição e quedas apresentaram a menor correlação bisserial com o traço latente (r=0,27). O item desânimo, tristeza ou desesperança (α=0,61) e quedas (α=0,39) apresentaram parâmetro de discriminação baixo e, os itens relacionados a controle financeiro (α=6,69) e tomar banho sozinho (α=9,56) apresentaram o maior parâmetro de discriminação, em relação ao traço latente. No que se refere à dificuldade, os itens incontinência urinária (0,05) e esquecimento (-0,71) apresentaram menor parâmetro de dificuldade. Já, os itens idade (3,08) e problemas de audição (3,50) apresentaram maiores parâmetros de dificuldade. A correlação entre o IVCF-20 e a Escala de Fragilidade Edmonton foi r = 0,77 (p=0,000). Discussão: A avaliação das propriedades de medida de instrumentos é útil para subsidiar a seleção de instrumentos válidos e confiáveis, de modo a assegurar a qualidade dos resultados dos estudos. Os resultados dos desempenhos dos idosos na TRI foram calculadas pelo modelo logístico de dois parâmetros. Em suma, tais resultados, apontam para uma avaliação positiva do IVCF-20, com a exceção de dois itens que apresentaram valores de discriminação inferiores; o instrumento em geral, apresentou itens com um boa discriminação e variados níveis de dificuldade. A unidimensionalidade foi verificada através da Análise Fatorial, obtendo valor satisfatório e, os principais índices de adequação de ajuste do modelo foram atendidos. Conclusão: O IVCF-20 é um instrumento com propriedades psicométricas satisfatórias para o rastreio da fragilidade dos idosos na Atenção Primária de Saúde (APS). Torna-se de suma importância a utilização do IVCF-20 na APS para a promoção de saúde, prevenção de agravos e estratégias de qualidade de assistência multiprofissional ao idoso.
Subject: Psicometria
Reprodutibilidade dos Testes
Vulnerabilidade em Saúde
Saúde do Idoso
Idoso Fragilizado
Atenção Primária à Saúde
language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
Publisher Initials: UFMG
metadata.dc.publisher.department: ENFERMAGEM - ESCOLA DE ENFERMAGEM
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/33707
Issue Date: 10-Oct- 29
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO- versao final POS DEFESA 22-11 EDMAR.pdf3.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.