Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/AMSA-85KNEM
metadata.dc.type: Tese de Doutorado
Title: Os determinantes das condições de saúde dos idosos do município de São Paulo em uma perspectiva de ciclo de vida
metadata.dc.creator: Nelson Otavio Beltrao Campos
metadata.dc.contributor.advisor1: Laura Lidia Rodriguez de Espinoza
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Cassio Maldonado Turra
metadata.dc.contributor.referee1: Roberto do Nascimento Rodrigues
metadata.dc.contributor.referee2: Maria Fernanda Furtado de Lima e Costa
metadata.dc.contributor.referee3: MIRELA CASTRO SANTOS CAMARGOS
metadata.dc.contributor.referee4: DALIA ELENA ROMERO MONTILLA
metadata.dc.description.resumo: Ao longo do século XX, a dinâmica demográfica estabeleceu um processo de envelhecimento da população sem precedentes nos tempos modernos, com consequências tanto do ponto de vista social quanto do individual. Assim, entender como as condições de saúde estão associadas a tal processo é crucial. Portanto, o primeiro objetivo desta tese é propor um modelo de análise que permita uma visão geral de como as condições socioeconômicas e de saúde evoluem e interagem ao longo da vida. O segundo objetivo é analisar as associações entre as condições socioeconômicas ao longo da vida dos idosos e três diferentes enfoques de avaliação da saúde: presença de doenças crônicas, limitações funcionais e auto-avaliação de saúde. Para tanto, foram utilizados os dados do projeto SABE para o município de São Paulo. Para testar os modelos foram utilizadas a Regressão de Poisson e a Regressão Logística Ordenada.Os resultados revelam que a deterioração das condições cognitivas, o consumo de remédios na fase adulta, o tabagismo e o sedentarismo são determinantes comuns às três diferentes dimensões de saúde estudadas. Não obstante, os resultados mostraram que, a despeito dos determinantes comuns há também os determinantes específicos de cada dimensão de saúde e que estes se manifestam em todas as fases da vida. Em outras palavras, políticas preventivas focalizadas na redução das desigualdades sociais e econômicas na infância, na fase adulta e na fase idosa terão impactos diferentes dependendo da dimensão de saúde analisada. Por exemplo, ações preventivas como a imunização de doenças infecciosas na infância - dadas as associações encontradas - poderia promover a redução de doenças crônico-degenerativas e incapacidades funcionais na fase idosa. Da mesma forma, investimentos em educação e acesso a serviços de saúde de qualidade poderiam contribuir para que os idosos tenham uma auto-avaliação mais positiva da saúde. Neste sentido o desenho conceitual proposto nesta tese traz uma espécie de roteiro que auxilia a interpretação dos resultados e permite uma maior clareza sobre como as condições ao longo da vida interagem e influenciam a saúde do idoso em seus múltiplos aspectos. Além disso, o novo marco conceitual contribui para estratégias de análises e para a definição de informações a serem coletadas em pesquisas futuras orientadas ao melhor entendimento dos determinantes do bem-estar do idoso.
Abstract: Throughout the twentieth century, the demographic dynamics established significant changes leading towards a fast population aging process ever seen in modern times. This process, on turn, has brought about socioeconomic consequences at both individual and collective level. Comprehension of the association between this process and health conditions is then crucial.First objective of this thesis is to propose an analytical framework in order to provide an overview of such association. The second objective is to examine the relationships between socioeconomic conditions over the life cycle of the elderly and three different dimensions of health measurement: chronic diseases, disability and health self-assessment. Data used are from the SABE project for the municipality of Sao Paulo and modeling was made using Poisson Regression and Ordered Logistic Regression.Results showed that cognitive impairment, high medicine consumption at middle age, smoking and lack of physical activity are the main determinants of adverse health conditions whatever the health measurement type used. Despite the communality, there are also specific determinants for each dimension of health that appear in all life cycles. Thus, policies towards reducing social and economic inequalities in childhood, adultness or at late age stages will have different impacts depending on the dimension used to measure health. For example, preventive attitudes such as immunization against infectious diseases during childhood -given the correlations found- could promote reduction in prevalence of chronic diseases and functional impairment at later ages. Similarly, investments in education and access to good health care services can assure a more positive self health assessment among the elderly.The conceptual frame proposed provides a kind of roadmap helpful for a better understanding of the mechanisms behind past and current socioeconomic and health conditions of the elderly people and the way they evolve throughout life. Also, this framework defines the set of information to be collected in order to built a better understanding of wellbeing and health determinants for the elderly population.
metadata.dc.subject.other: Idosos Saude e higiene São Paulo
Demografia
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/AMSA-85KNEM
Issue Date: 21-May-2009
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_nelson_otavio_beltrao_campos_2009.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.