Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-9FSJ2S
metadata.dc.type: Monografias de Especialização
Title: Infância e linguagem escrita: concepções e práticas que norteiam o trabalho em turmas de 5 anos de uma instituição pública de Educação Infantil de Belo Horizonte
metadata.dc.creator: Adriana das Gracas Oliveira Gama
metadata.dc.contributor.advisor1: Sandro Vinicius Sales dos Santos
metadata.dc.contributor.referee1: Clenice Griffo
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho possui como tema a aquisição da linguagem escrita na educação infantil. A fim de responder minhas inquietações pessoais sobre o tema, busquei compreender a seguinte questão: Quais são as percepções das professoras de Educação Infantil sobre o processo de aquisição da linguagem escrita e quais são as mediações realizadas por elas? Nesse sentido, a pesquisa objetivou compreender as práticas que contribuem para o processo de aquisição da escrita e as percepções que permeiam o trabalho em turmas de cinco anos em uma Unidade Municipal de Educação Infantil de Belo Horizonte. Para isso, foi realizada uma revisão dos(as) autores(as) que abordam a temática da aquisição da linguagem escrita na educação infantil, com ênfase na relação da criança com a escrita e, neste sentido identificou-se a indissociabilidade entre os conceitos de alfabetização e letramento e o direito da criança a esse bem cultural. Antes, porém, se fez necessário refletir sobre os aspectos históricos dos conceitos de crianças e infância. A abordagem metodológica com base na pesquisa qualitativa propiciou a autora compreender as práticas de leitura e escrita, e as concepções das professoras. Propondo um momento de reflexão coletiva no interior da instituição pesquisada, na busca de novas oportunidades que possam contribuir para que a criança amplie e construa novos conhecimentos sobre a escrita, configurando dessa forma, a intervenção proposta para esse trabalho.
Abstract: The present work has as its theme the acquisition of written language in early childhood education. In order to answer my personal doubts about the topic, I tried to understand the following question: What are the perceptions of the Early Childhood Educations teachers on the acquisition of written language and what are the mediations conducted by them? In this sense, the research aimed to understand the practices that contribute to the acquisition of writing and perceptions that permeate the work in groups of five years old in a Municipal Unit of Child Education of Belo Horizonte. For this, a review of authors that address the issue of acquisition of writing in early childhood education, with emphasis on the child's relationship with written language, and accordingly identified the inseparability between the concepts of literacy and spelling and the child's right to our cultural heritage. First, however, it was necessary to reflect on the history of the concepts of children and childhood issues. A methodological approach based on qualitative research enabled the author to understand the practices of reading and writing, and the conceptions of the teachers, proposing a moment of collective thinking within the research institution, seeking new opportunities that can help the child expand and build new knowledge about writing, thereby configuring the proposed intervention for this work.
metadata.dc.subject.other: Educação pre-escolar
Letramento
Alfabetização
Escrita
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-9FSJ2S
Issue Date: 30-Nov-2003
Appears in Collections:Especialização em Docência na Educação Infantil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monografia.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.