Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-A2MH89
metadata.dc.type: Dissertação de Mestrado
Title: Abordagem da violência na Atenção Primária à Saúde: correspondência entre as percepções e vivências de profissionais e usuários
metadata.dc.creator: Elisane Adriana Santos Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: Elza Machado de Melo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Ricardo Tavares
metadata.dc.contributor.referee1: Ricardo Tavares
metadata.dc.contributor.referee2: Jandira Maciel da Silva
metadata.dc.contributor.referee3: Antonio Thomaz G da Matta Machado
metadata.dc.description.resumo: A violência apresenta-se como um fenômeno complexo à sociedade contemporânea, possui caráter interdisciplinar e interfere na qualidade de vida da população em geral, sendo reconhecida como um problema de saúde pública. Este estudo tem por objetivo investigar a conotação da violência no campo da saúde, em específico, no contexto da Atenção Primária à Saúde (APS). Para seu alcance, apresenta-se o presente Projeto que consiste em um estudo qualiquantitativo com a proposta de analisar a correspondência entre as vivências e percepções relativas à violência dos usuários e profissionais da APS no município de Ribeirão das Neves. Na sequência, apresenta-se o Artigo de Revisão Integrativa da Literatura realizado sobre a temática da violência no âmbito da APS a partir de artigos indexados ao Portal Capes publicados nos anos de 2011 a 2013. A busca de estudos foi conduzida inicialmente por um examinador, utilizando-se as palavras-chaves: Violência, Atenção Primária à Saúde nos idiomas Português e Inglês. Após a seleção, o cumprimento de todos os passos de refinamento e a exclusão dos artigos duplicados, foi obtida uma listagem contendo 233 resumos que foi avaliada por três examinadores. Estes realizaram a escolha dos estudos segundo o tema proposto e emitiram, cada um, três listagens, num total de 77 artigos. Decidiu-se analisar os estudos que coincidiram entre os três examinadores ou pelo menos entre dois destes, ou seja, 36 artigos. Destes, 02 não foram disponibilizados em texto completo, 09 não contemplavam os temas violência e APS juntos e 01 foi publicado em 2010. Apresenta-se, portanto, o resultado com as conclusões obtidas a partir da análise de 24 artigos segundo a análise crítica dos estudos, categorização, avaliação e interpretação dos achados. Os resultados foram sistematizados em três categorias: Literatura; Potencialidades da APS para a abordagem da violência; Limites da APS frente à violência. Verificou-se que a APS tem grande potencial para o enfrentamento da violência, atendimento às suas vítimas, famílias e acionamento da rede de proteção nos diversos países. No entanto, muitos são os desafios nesse campo. Os estudos mostram a necessidade de aprimorar e potencializar as práticas profissionais com ênfase na capacitação dos profissionais visando a reorganização da assistência e a abordagem integral às pessoas em situação de violência. Posteriormente, apresenta-se o Artigo de Resultados que dá nome a este volume, desenvolvido a partir do projeto de pesquisa apresentado. Trata-se de um estudo transversal qualiquantitativo realizado pelo Núcleo de Promoção de Saúde e Paz do Departamento de Medicina Preventiva e Social da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em Ribeirão das Neves/MG, em 2012, no qual foram realizadas entrevistas semiestruturadas utilizando questionários aplicáveis com usuários e autoaplicáveis com profissionais das Unidades Básicas de Saúde do município. A amostra final de usuários deste estudo foi calculada com erro de 3,71% (n=628) e foram recrutados todos os profissionais presentes em todas as unidades de saúde no momento da pesquisa (n= 300). Foi realizada análise descritiva sobre os dados quantitativos, distribuição de frequência simples e cruzada three way, análise univariada utilizando teste de diferença entre duas proporções e análise de correspondência entre as variáveis relativas aos usuários e profissionais sobre vivência e percepções sobre a violência. Para os dados de natureza qualitativa realizou-se a análise por categoria, comparando-se os aspectos coincidentes e os que se afastam, segundo a concepção dos usuários e dos profissionais acerca do papel do setor saúde na prevenção da violência. A articulação dos dados empíricos qualitativos e quantitativos com a literatura, segundo um processo circular, em que um ilumina e esclarece o outro, gerou as categorias de análise do estudo, a saber: a violência como problema de saúde; a integralidade da abordagem da violência e a participação como elemento essencial dessa abordagem. Observou-se que no município estudado a violência permeia o cotidiano de vida de usuários e profissionais, assim como, a dos serviços de saúde. De algum modo existem possibilidades de intervenção no campo da violência e tanto profissionais como usuários acreditam nessa proposta, seja no sentido de que é possível prevenir, seja na perspectiva de que a saúde deve intervir na prevenção da violência. No entanto, nota-se a necessidade de instituir de forma sistemática a abordagem da violência como parte das ações desenvolvidas no âmbito primário e nas agendas dos profissionais.
Abstract: The violence presents itself as a complex phenomenon to contemporary society; it has interdisciplinary features and interferes in the quality of life of the general population, recognized as a public health issue. This study means to investigate the connotation of violence in the health area, specifically in the context of Primary Health Care. In order to accomplish this, is presented a Project which consists of a qualitative and quantitative study proposing an analysis on the correspondence between experiences and perceptions regarding the violence of users and professionals of the PHC at the Ribeirão das Neves municipality. Followed by an Integrative Literature Review Article carried out on the theme of violence in the ambit of PHC from articles indexed at Portal Capes published between 2011 and 2013. An examiner initially conducted the studies search, using the keywords: Violence, Primary Health Care both in Portuguese and English languages. After the selection, the compliance of every refinement step and the exclusion of duplicate articles a list containing 233 abstracts was obtained was evaluated by three examiners. These chose the studies according to the proposed theme, each one submitting a list, an amount of 77 articles. The decision was to analyze the matching studies from three or at least two of them, an outcome of 36 articles. From these, 02 were not available in full text, 09 did not contemplate both violence and PHC and 01 was published in 2010. Therefore presenting the results on the conclusions obtained from the analysis of 24 articles according to the critical analysis of the studies, categorization, evaluation and interpretation of the findings. The results were systematically arranged in three categories: Literature; Potentialities of PHC for the approach of violence; Limits of PHC as it faces violence. It has been found that PHC holds a great potential to stand against violence, to assist its victims and to trigger the protection network in several countries. However, there are many challenges in this field. The studies show the necessity to improve and potentiate the professional practices, aiming to reorganize de assistance and integral approach to people in a violent situation. Later comes an Article of Results that titles this volume, developed from the initial research project. This study is a cross sectional qualitative and quantitative one, accomplished by the Health and Peace Promotion Centre of the Preventive Medicine Department of Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) at Ribeirão das Neves in 2012. In which semi structured interviews were carried out using questionnaires that were applied with users and self-applied with professionals present of the towns Basic Health Units. The final user sample of this study was calculated with a 3.71% (n=628) error rate and all of the professionals in all health units by the time of the research were recruited (n= 300). A descriptive analysis on the quantitative data was carried out, simple and joint three-way frequency distribution, univariate analysis using difference test between two proportions and correspondence analysis among the variables regarding users and professionals on experience and perceptions about violence. For the data with qualitative nature, an analysis by categories was carried out, comparing coincidental aspects and the ones that deviate, according to the users and professionals conceptions about the role of the health sector in violence prevention. The articulation of qualitative and quantitative empirical data with the literature, according to a circular process, in which one illuminates and clarifies the other, generated the categories of analysis of the study, namely: violence as a health problem; comprehensive health approach to violence and participation as an essential element of this approach. It was observed that in the studied municipality, the violence permeates the daily life of users and professionals, as well as the health services. That somehow there are intervention possibilities in the violence area, and both professionals and users who believe in this proposition is in the means that this is possible to prevent, is the perspective that the Health should intervene in violence prevention. However, there is the necessity to establish in a systematic way the approach of violence as part of the actions developed in the primary ambit and in the professionals agenda is remarkable.
metadata.dc.subject.other: Vulnerabilidade em saúde
Brasil
Estratégia Saúde da Família
Políticas públicas de saúde
Atenção primária à saúde
Violência/prevenção & controle
Epidemiologia
Cuidados primários de saúde
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-A2MH89
Issue Date: 29-Aug-2014
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
elisane_adriana_santos_rodrigues.pdf1.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.