Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-AQKHT6
Type: Dissertação de Mestrado
Title: Meninos traídos: abuso sexual e constituição da masculinidade
Authors: Andre Assis Breder de Oliveira
First Advisor: Cassandra Pereira Franca
First Referee: Elisa Maria de Ulhoa Cintra
Second Referee: Paulo Cesar de Carvalho Ribeiro
Abstract: As vicissitudes da relação pai-filho e do traumático enquanto ataque sexual serão contempladas nessa dissertação que visa abrir um debate acerca da violação sexual de meninos perpetrada por homens que, perante eles, são referenciais identificatórios. Buscando apresentar uma escuta psicanalítica do impacto da traição sobre a identidade masculina nessas relações afetivas que deveriam ser éticas e estáveis, acompanhamos os movimentos defensivos presentes em depoimentos e casos clínicos da literatura em que se é possível observar a desautorização da significância do próprio acontecimento traumático e seus desdobramentos, como estados dissociativos e a identificação com o agressor enquanto alternativa viável para se conservar elementos da identificação masculina. O cenário desse estudo está emoldurado pela falta de lugar na cultura para o homem-vítima, e pela qualidadefundamentalmente defensiva da masculinidade. Seguindo as propostas de S. Bleichmar, constatamos o embaraço da face caótica do traumático em relação à constituição da masculinidade uma vez que este processo é marcado pelo paradoxo fundamental em que o menino precisa incorporar o pênis paterno para revestir de potência e legitimar sua posição sexuada. Assim, a qualidade espinhosa da relação entre abuso sexual e identidade masculina suplantaria a problemática em torno da orientação sexual ao impor uma transitividade que reaviva os fantasmas homossexuais que ameaçam o núcleo identitário e atormentam os meninos traídos com a possibilidade de que, fora do rígido enquadre viril da masculinidade, eles, de fato, não podem ser homens.
Abstract: The vicissitudes of the father-son relationship and of traumatism in the form of sexual abuse are contemplated in this dissertation that aims to open a debate regarding the sexual violation of boys perpetrated by men who are identification references for them. Seeking to present a psychoanalytical approach of the betrayals impact on the masculine identity in these affective relationships that ought to be ethical and stable, we followed the defensive motion in testimonies and clinical cases of the literature in which it is possible to observe the unauthorization of the significance of the traumatic event itself and its unfolding, such as dissociative states and identification with the aggressor as a viable alternative to preserve elements of the masculine identification. The setting of this study is framed by the lack of room provided by the culture for the victim-man and by the fundamentally defensive quality of masculinity. Following the proposals of S. Bleichmar, we verified the embarrassment caused by the chaotic aspect of trauma in relation to the constitution of masculinity since the process is characterized by the fundamental paradox in which the boy has to incorporate the fathers penis in order be covered with potency and legitimize his sexual place. Thus, the thorny quality of the relation between sexual abuse and male identity supplants theproblematic around sexual orientation as it imposes a transitivity that revives the homosexualghosts that threaten the identitys nucleus and haunt the betrayed boys with the possibilitythat, outside of the rigid virile frame of masculinity, they, in fact, cannot be men.
Subject: Crime sexual
Orientação sexual
Trauma psíquico
Psicologia
Homens Identidade
language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
Publisher Initials: UFMG
Rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-AQKHT6
Issue Date: 10-Feb-2017
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
meninos_tra_dos___abuso_sexual_e_constitui__o_da_masculinidade__andr___breder_.pdf2.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools