Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-8PKNAN
metadata.dc.type: Dissertação de Mestrado
Title: Sarcocystis (Lankester, 1882) em bovinos do estado de Minas Gerais. Ocorrência, métodos de diagnóstico e infecção experimental de bezerros e cães com sarcocystis cruzy (Hasselmann, 1926)
metadata.dc.creator: Abraão Garcia Gomes
metadata.dc.contributor.advisor1: Jose Divino Lima
metadata.dc.contributor.referee1: Elvio Carlos Moreira
metadata.dc.contributor.referee2: Jose Oswaldo Costa
metadata.dc.description.resumo: A freqüência de Sarcocystis em 168 bovinos no Estado de Minas Gerais foi determinada através de exames a fresco, após a escarificação da parede do esôfago, da técnica histológica clássica e da técnica de digestão pela pepsina. Estas técnicas revelaram uma positividade de 58,4%, 79,4% e 95,8%, respectivamente. O esôfago foi o órgão mais regularmente infectado. A infecção verificada foi mu1tiespecifica. Entre 124 animais positivos, S. cruzi estava presente em 83 (66,9%), S. hirsuta em 10 (8,0%) e S. hominis em quatro animais (3,6%). Infecções mistas foram também observadas com predominância da combinação S. cruzi/S. hirsuta (21,4%). Sete cães de diferentes idades foram utilizados para a infecção experimental com músculo de bovinos contendo Sarcocystis sp. Um cão recebeu numa única vez músculo de bovino infectado, enquanto os outros animais receberam por cinco dias consecutivos. Os animais e1iminaram esporocistos, nas suas fezes, a partir do 10° dia após a infecção. O período de patência observado foi de 61 dias na infecção única e de 76 e 90 dias na infecção múltipla. Durante este período os cães não eliminaram esporocistos diariamente. O pique de eliminação ocorreu nos dias 24 e 25 após inoculação. As características morfológicas e dimensionais (x = 14,8 x 10,5 um) permitiram identificação dos esporocistos como de S. cruzi. Quatro dos bezerros com um ano de idade, inoculados com 2 x 10 e dois com 5 x 10 esporocistos de S. cruzi, não apresentaram sinais clínicos durante o período experimental. Ao exame histo1ógico, as lesões produzidas foram inconstantes, não específicas, pouco extensas e de evolução subaguda.
metadata.dc.subject.other: Sarcocistose em bovino Diagnostico
Patologia experimental
Bovino Doença Minas Gerais
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-8PKNAN
Issue Date: 26-Aug-1981
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
disserta__o_de_mestrado_de_abra_o_garcia_gomes.pdf12.83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.