Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-8QPMXQ
metadata.dc.type: Dissertação de Mestrado
Title: Avaliação da resposta sorológica de suínos SPF inoculados com Mycoplasma hyopneumoniae
metadata.dc.creator: Raquel Vitarelli
metadata.dc.contributor.advisor1: Ronaldo Braga Reis
metadata.dc.contributor.referee1: Ernane Fagundes do Nascimento
metadata.dc.contributor.referee2: Romulo Cerqueira Leite
metadata.dc.contributor.referee3: Maria Aparecida Vasconcelos Paiva Brito
metadata.dc.contributor.referee4: Jose Renaldi Feitosa de Brito
metadata.dc.description.resumo: Vinte e quatro suínos SPF foram divididos em 3 grupos de oito animais cada (A, B e C). Três animais do grupo A foram inoculados por via intra-traqueal com Mycoplasma hyopneumoniae e os cinco suínos restantes mantidos em contato com os inoculados. Da mesma forma, 3 suínos do grupo B foram inoculados por via intra-nasal com Mycoplasma flocculare e os demais deixados em contato com os mesmos. Oito animais foram mantidos como controle. Foram obtidas, semanalmente, amostras de sangue de cada animal. Os soros foram usados como soro padrão positivo para M. hyopneumoniae, soro padrão positivo para M. flocculare e soro padrão negativo, para avaliar um "kit" comercial importado de diagnóstico sorológico da Pneumonia Micoplásmica Suína (PMS), 3 partidas experimentais de antígeno para o teste de fixação de complemento e duas partidas de antígeno para o teste imunoenzimático para o diagnóstico da PMS. Concluiu-se que o "kit" avaliado apresentou baixa sensibilidade para detectar anticorpos contra M. hyopneumoniae, podendo induzir a resultados falso-negativos. Por outro lado, o "kit" demonstrou 100% de especificidade em relação ao M. flocculare. Os resultados revelaram que pode-se usar este "kit" para definir o "status" sanitário de um rebanho, porém 31% dos animais com resultado negativo podem estar com a PMS e este fato deve ser levado em consideração na interpretação dos resultados. Os métodos empregados para a produção dos antígenos para os testes de fixação de complemento e imunoenzimático foram ineficientes.
Abstract: Three specific pathogen free (SPF) groups of pigs were inoculated with Mycoplasma hyopneumoniae intratracheally (group A) and three other ones with Mycoplasma flocculare intranasally (group B). Five SPF pigs of each group were exposed by contact with the inoculated pigs. A group of eight pigs were kept as control (group C), below the same others groups pigs conditions. Sera samples were collect from all three group before and weekly atter inoculation. These sera samples were used as standard positive será anti-Mycoplasma hyopneumoniae, standard positive sera anti-Mycoplasma flocculare and standard negative sera, to evaluate a commercial diagnose kit mycoplasmal pneumonia of swine (MPS) and antigens produced for complement fixation test and enzymelinked immunosorbent assay. The kit tested showed low sensitivity (31%) to detect antibody in the group A. On the other, hand, the kit showed 100% of espeeiticity with regard to M. flocculare. The methods used to produce antigens were inefficient.
metadata.dc.subject.other: Mycoplasma hyopneumoniae Termo Livre/UFMG
Sorodiagnostico
Suino Doenças Diagnostico
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-8QPMXQ
Issue Date: 28-Mar-1994
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
disserta__o_de_mestrado_de_raquel_vitarelli.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.