Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-96ZJLW
metadata.dc.type: Dissertação de Mestrado
Title: Estudo da função ventricular direita na estenose mitral reumática
metadata.dc.creator: Marildes Luiza de Castro
metadata.dc.contributor.advisor1: Maria do Carmo Pereira Nunes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Marcia de Melo Barbosa
metadata.dc.contributor.referee1: Marcos Roberto de Sousa
metadata.dc.contributor.referee2: Marcia de Melo Barbosa
metadata.dc.contributor.referee3: Epotamenides Maria Good God
metadata.dc.description.resumo: A doença reumática permanece um sério problema de saúde pública em países em desenvolvimento, constituindo a principal causa de cardiopatia adquirida em adultos jovens. A estenose mitral é a lesão valvar mais frequente associada à doença reumática, causando elevação da pressão do átrio esquerdo, hipertensão arterial pulmonar e, consequentemente, sobrecarga ventricular direita. A função ventricular direita desempenha um papel importante no desenvolvimento de sintomas e afeta a capacidade funcional e sobrevida nos pacientes com estenose mitral. O presente estudo avaliou a função do ventrículo direito em pacientes com estenose mitral através do ecocardiograma, utilizando-se vários parâmetros, incluindo o Doppler tecidual e o strain bidimensional. Trata-se de estudo transversal onde 46 pacientes com estenose mitral pura moderada a grave, em ritmo sinusal, foram incluídos. Pacientes com lesões valvares associadas, outras cardiopatias ou doenças sistêmicas foram excluídos. Um grupo controle constituído por 27 indivíduos saudáveis com idade e sexo semelhante aos casos foi selecionado para comparação dos parâmetros ecocardiográficos da função ventricular direita. A idade média da população estudada foi de 42,1 ± 10,6 anos e 42 foram do sexo feminino, com área valvar média de 1,2 ± 0,3 cm². Dezenove pacientes encontravam-se em classe funcional I, 11 em classe II e 7 em classe III/IV. Apenas 17% dos pacientes apresentavam evidências clínicas de insuficiência ventricular direita com sinais de congestão venosa sistêmica. Os medicamentos mais usados foram diuréticos e betabloqueadores. Os diâmetros do ventrículo esquerdo e a fração de ejeção foram semelhantes entre os pacientes e os controles, porém o diâmetro e volume do átrio esquerdo foram maiores nos pacientes. Os valores de diversos parâmetros ecocardiográficos empregados para estudo da função ventricular direita foram diferentes nos pacientes em relação aos controles, exceto a área do ventrículo direito na diástole. O strain bidimensionsal do ventrículo direito foi de 17,5 ± 3,9% nos pacientes e de 21,8 ± 3,4% nos controles (p=0,007). O strain do ventrículo direito correlacionou-se negativamente com a pressão na artéria pulmonar (r = -0,3; p= 0,038). Avaliamos a função do VD através de métodos convencionais e novos parâmetros ecocardiográficos em pacientes com EM severa. O uso dessas novas técnicas, incluindo o strain e strain rate mostrou-se eficaz para mostrar medidas quantitativas mais apuradas da função de VD. Esse estudo demonstrou comprometimento da função ventricular direita, avaliada através de vários parametros ecocardiográficos, nos pacientes portadores de estenose mitral, determinada, principalmente, pela elevação da pressão arterial pulmonar.
Abstract: Rheumatic heart disease remains a serious health problem in developing countries and is the leading cause of acquired heart disease in young adults. Mitral stenosis is the most common valvular lesion associated to rheumatic heart disease leading to pressure elevation in left atrium, pulmonary hypertension and hence right ventricular overload. The right ventricle function plays an important role in the development of symptoms and affects the functional capacity and survival in patients with mitral stenosis. The present study evaluated right ventricle function in mitral stenosis by echocardiography using various parameters, including tissue Doppler imaging and two-dimensional strain. It is a cross-sectional study where 46 patients with moderate to severe pure mitral stenosis, in sinus rhythm, were included. Patients with other valvular lesions, heart disease or systemic diseases associated were excluded. A control group consisting of 27 healthy individuals with similar age and sex to cases was selected for comparison of echocardiographic parameters of right ventricular function. The mean age of the study population was 42.1 ± 0.6 years and 42 were female, with mean valve area of 1.2 ± 0.3 cm. Nineteen patients were in functional class I, 11 in class II and 7 in class III / IV. Only 17% presented with clinically right ventricular failure. The most commonly used drugs were diuretics and beta blockers. The diameters of the left ventricle and ejection fraction were similar between patients and controls, but the diameter and left atrial volume were greater in the patients. The values of various parameters used for echocardiographic study of right ventricular function were different in patients compared to controls, except the end-diastolic area of the right ventricle. The right ventricular two-dimensional strain was 17.5 ± 3.9% in patients and 21.8 ± 3.4% in controls (p=0.007). The right ventricle strain correlated negatively with systolic pulmonary artery pressure (r = -0.3; p= 0.038). This study demonstrated impaired right ventricle function assessed using several echocardiographic parameters in patients with mitral stenosis and no clinical evidence of right ventricular failure, determined primarily by elevation of pulmonary artery pressure.
metadata.dc.subject.other: Contração miocárdica
Disfunção ventricular direita
Válvula mitral Doenças
Cardiopatia reumática/ultrassonografia
Coração
Ventrículos do coração
Valva mitral
Ecocardiografia tridimensional
Estenose da valva mitral
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-96ZJLW
Issue Date: 20-Dec-2012
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1_disserta__o_marildes.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.