Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/JSSS-9EHDMM
metadata.dc.type: Tese de Doutorado
Title: Identidades forjadas em brancos: ensino de arte e interculturalidade
metadata.dc.creator: Juliana Gouthier Macedo
metadata.dc.contributor.advisor1: Lucia Gouvea Pimentel
metadata.dc.contributor.referee1: Eugenio Paccelli da Silva Horta
metadata.dc.contributor.referee2: Leoncio Jose Gomes Soares
metadata.dc.contributor.referee3: Rejane Galvão coutinho
metadata.dc.contributor.referee4: Sandra de Fatima Pereira Tosta
metadata.dc.description.resumo: Esta tese tem como ênfase a ideia de evidenciar e questionar as bases colonialistas do ensino de Arte no Brasil que, por sua vez, legitimam as ações e os recortes neocolonialistas recorrentes no seu cotidiano, propondo uma concepção intercultural no ensino/aprendizagem de Arte como alternativa ao universalismo ocidental. Com uma abordagem política da Arte e da Educação, fundamentada principalmente nas noções dialógicas, críticas e instigadoras de Paulo Freire e Hélio Oiticica e na poéticada diversidade de Édouard Glissant, este trabalho se constitui como um projeto de relações, de possibilidades de trocas, não hierarquizadas, de saberes, pensamentos, memórias e sensações. Relações corporificadas desde a sua base conceitual, de pesquisa, de reflexão até a construção textual e imagética. Assumindo como pontode partida as experiências em Artes Visuais e Educação, que envolvem articulações e tensões, este trabalho não se furta de uma intenção poética. Uma ambição que se traduz na ação de se deixar entremear por desvios poéticos nos espaços de contato pluridimensionais, com a antropologia, a sociologia, a filosofia e a história. Contatos que contribuem na problematização, em um mundo globalizado, de compreensões de cultura, de colonialismo, de identidades, multiculturalidade, interculturalidade, dentre outros. Defendendo uma educação crítica contaminada pela experiência artística e poética em oposição a uma ação de transmissão de ideias e valores, buscaseevidenciar os desvios que, estrategicamente, distorcem e reduzem as possibilidades de a Arte participar ativamente nessa rede de relações. Uma rede que traz fraturas herdadas por uma história da arte de raiz única linear e ocidental que, por sua vez, ao omitir as inerentes pluralidades da Arte, amortece, em vez de estimular, o seupotencial transgressivo, de invenção e de provocação para o aprendizado da necessária imprevisibilidade do viver.
Abstract: These thesis emphasizes the idea of exposing and questioning the colonialist foundations of art education in Brazil, which, in turn, legitimizes neocolonialists actions and ideas recurrent in its daily live by proposing an intercultural concept in the learning and teaching of Art as an alternative to the Western universalism. With a political approach to art and education, based mainly in the dialogical, critical, andinstigating ideas of Paulo Freire and Hélio Oiticica and in the poetics of diversity of Édouard Glissant, this work constitutes itself as a project of relationships, of possibilities of exchange, non hierarchical, of knowledge, thoughts, memories, and feelings relationships that are embodied from its conceptual basis, of research and reflection, to the textual and imagetic construction. Taking as a starting point theexperiences in Visual Arts and Education, which involve articulation and tension, this work does not shy away from a poetic intention an ambition that translates itself into the action of intersperse of poetic deviations in spaces of multidimensional contact with anthropology, sociology, philosophy and history. Contacts that contribute to theproblematization in a globalized world, of the understanding of culture, of colonialism, of identities, multiculturalism, interculturalism, among others. Defending a critical education contaminated by poetic and artistic experience as opposed to an action of 'transmission' of ideas and values, it seeks to highlight the deviations that strategically distort and reduce the possibilities of Art participating actively in this network of relationships.A network that brings fractures inherited by an art history single root linear and western which, in turn, by omitting the inherent plurality of Art, cushions, rather than stimulate, the transgressive potential of the invention and provocation for learning the necessary unpredictability of living.
metadata.dc.subject.other: Arte Estudo e ensino Brasil
Arte e educação
Estudos interculturais
Artes
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/JSSS-9EHDMM
Issue Date: 25-Oct-2013
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File SizeFormat 
tese_juliana_gouthier_macedo.pdf26.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.