Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/MCCR-6FSNCA
metadata.dc.type: Tese de Doutorado
Title: Os determinantes da migração e diferenciais entre migrantes e não-migrantes em Minas Gerais
metadata.dc.creator: Andre Braz Golgher
metadata.dc.contributor.advisor1: Eduardo Luiz Goncalves Rios Neto
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Diana Reiko Tutiya Oya Sawyer
metadata.dc.contributor.referee1: Jose Alberto Magno de Carvalho
metadata.dc.contributor.referee2: Ralfo Edmundo da Silva Matos
metadata.dc.contributor.referee3: José Inrineu Rangel Rigotti
metadata.dc.contributor.referee4: Claudio Caetano Machado
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho pretendeu aplicar, para os dados de Minas Gerais e das demais UFs brasileiras, uma metodologia um pouco diferente da maioria dos trabalhos em migração existentes no Brasil. A aplicação de modelos, tanto macro como micro, pode ser um importante complemento para as análises que quantificam e caracterizam diretamente o processo migratório. O tipo de metodologia utilizada permite não só fornecer respostas para perguntas originadas em análises quantitativas, mas, principalmente, formular hipóteses a serem abordadas especificamente por estudos quantitativos tradicionais.Os movimentos migratórios podem ser associados diretamente a evolução das características socioeconômicas regionais. A formação de fluxos de migrantes pode ser relacionadas com a existência de importantes desigualdades regionais em Minas Gerais, principal área de estudo da tese, e das demais Estados brasileiros. Este estudo pretendeu inicialmente discutir alguns dos aspectos da dinâmica migratória recente no Estado de Minas Gerais ligados diretamente às características sociais, econômicas, demográficas e geográficas. Na discussão sobre os determinantes da migração foram utilizados alguns macromodelos que tiveram como base a distribuição de probabilidade de Poisson com sobredispersão dos erros. A utilização desses modelos permitiu abordar as relações entre fluxos de migrantes, as características dos locais de origem e destino do migrante e a distância entre estas duas localidades.Os modelos variavam quanto à variável resposta e quanto às variáveis explicativas. Foram utilizadas como variáveis dependentes várias matrizes de fluxos de migrantes agregados de diversas formas. Foram analisados os migrantes intermicrorregionais mineiros, os migrantes interestaduais tendo como origem ou destino o Estado de Minas Gerais e os migrantes de retorno pleno deste mesmo Estado. As variáveis independentes se referiam ao modelo básico gravitacional, à algumas variáveis sócioeconômicas e de mercado de trabalho, além de variáveis especificamente geográficas, tanto associadas ao espaço territorial mineiro como relacionadas aos demais estados brasileiros.Concluída a discussão final a respeito dos determinantes da migração, foram abordados alguns aspectos da diferenciação entre migrantes e não-migrantes. Nesta análise foram utilizados micromodelos que utilizam regressões múltiplas logísticas. Perguntas a serem respondidas seriam do tipo: quais características individuais aumentam ou diminuem a chance de um indivíduo ser um migrante? A variável resposta indicava se o indivíduo era migrante ou não. Como variáveis independentes, foram utilizadas a variáveis que indicavam características pessoais como idade, o sexo, o estado civil, renda familiar, escolaridade etc e ainda variáveis de contexto microrregional.
metadata.dc.subject.other: Migração Aspectos econômicos
Minas Gerais Migração
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/MCCR-6FSNCA
Issue Date: 22-Feb-2001
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
andr__braz.pdf12.53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.