Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/MCCR-6VTMGE
metadata.dc.type: Tese de Doutorado
Title: Determinantes do resultado educacional no Brasil: família, perfil escolar dos municípios e dividendo demográfico numa abordagem hierárquica e espacial
metadata.dc.creator: Juliana de Lucena Ruas Riani
metadata.dc.contributor.advisor1: Reynaldo Fernandes
metadata.dc.contributor.advisor2: Rodrigo Reis Soares
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Cibele Comini Cesar
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Sueli Moro
metadata.dc.contributor.referee1: Simone Wajnman
metadata.dc.description.resumo: O objetivo central dessa tese é investigar os determinantes do resultado educacional nos níveis de ensino fundamental e médio, combinando também a tradição da demografia econômica, ou seja, incluindo os efeitos demográficos. A análise é feita utilizando duas metodologias diferentes: hierárquica e hierárquica-espacial. Essa última constitui-se em uma contribuição metodológica importante dessa tese. A análise dos determinantes educacionais é baseada em três questões chaves. A primeira, diz respeito ao impacto do dividendo demográfico. Busca-se avaliar até que ponto as profundas mudanças demográficas ocorridas no Brasil, com a diminuição da razão de dependência dos jovens, podem trazer algum bônus demográfico para a educação brasileira, no sentido de abrir uma "janela de oportunidades". A segunda questão refere-se a importância dos fatores da rede escolar dos municípios, principalmente aqueles relacionados com a qualidade dos recursos humanos e infra-estrutura. Essa análise é importante por examinar quais fatores do perfil escolar dos municípios podem diminuir a importância dos fatores de background familiar no sentido de diminuir a estratificação educacional, ou seja, diminuir a relação entre a trajetória escolar do indivíduo e a sua origem social. Por fim, a terceira questão busca investigar como o contexto espacial mais amplo interfere no resultado educacional. Essa análise é importante por dois motivos. Primeiro, porque quando se consideram os efeitos espaciais - autocorrelação e heterogeneidade espacial - a estimativa dos parâmetros relacionados as variáveis contextuais são mais confiáveis. Segundo, porque será possível analisar até que ponto políticas públicas educacionais são mais eficazes quando focalizadas apenas em determinado município ou quando levam em conta um espaço geográfico mais abrangente, ou seja, os municípios adjacentes. Os resultados demonstram que apesar do forte impacto da educação materna nos indicadores educacionais, uma melhoria no perfil escolar dos municípios pode minimizar seus efeitos. Porém, essa melhoria possui maior eficácia quando abrange um contexto espacial mais amplo. Somado a isso, a diminuição do tamanho relativo de crianças e jovens se constitui em um fator positivo, tanto para os indicadores de acesso quanto para os de eficiência e rendimento.
Abstract: The central aim of this dissertation is to investigate the determinants of educational outcomes at elementary and high school levels, using the economic demographic tradition. The analysis is done via two different methodologies: hierarchical and spatial-hierarchical. The last one represents an important methodological contribution to this dissertation.The analysis of the educational determinants is based on tree main points: The first one deal with the demographic dividend impact. It attempts to evaluate how relevant demographic changes in Brazil which had as a consequence the decline in the young dependency ratio could bring a demographic bonus to the Brazilian education, for opening the window of opportunities.The second point is related with the importance of several factors present at local schools, mainly those connected to infra-structure and humans resources quality. This analysis is important for examining which local school structure aspects may reduce the family background factors relevance, allowing for an educational stratification attenuation - that is - thinning the relationship between the individuals school path and your social origin. Finally, the third point tries to detect how a larger spatial context interferes in the educational output. This analysis is important for two reasons: First, because when spatial effects autocorrelation and spatial heterogeneity are considered, the parameters estimates associated with contextual variables are more trustworthy. Second, because it will be possible to analyze if educational public policies are more effective when centralized solely in a specific municipality or when taking into account a greater geographical area (i.e. those including adjacent municipalities).The results show that, despite the strong impact of mothers education over educational indicators, an improvement in the local schools quality can minimize these effects. However, this enhancement is more successful when a greater spatial context is considered.Adding to these points, smaller sizes of children and youth cohorts turn out to be a positive aspect for both school indicators: access and efficiency.
metadata.dc.subject.other: Educação Aspectos demográficos Brasil
Educação e estado Brasil
População e educação
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/MCCR-6VTMGE
Issue Date: 28-Nov-2005
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
juliana_riani.pdf20.75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.