Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/32091
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Modelos Neokaleckianosem uma perspectiva de desenvolvimento regional
metadata.dc.creator: David Guimarães Coelho
metadata.dc.contributor.advisor1: Fabrício José Míssio
metadata.dc.contributor.advisor-co1: GIlberto de Assis Libânio
metadata.dc.description.resumo: A teoria neokaleckiana interliga o arcabouço de demanda efetiva em um contexto dinâmico de forma que explicitamente considera o processo de distribuição de renda. Mais especificamente, analisa a exposição da demanda efetiva, sublinhando o papel que nela tem a distribuição funcional da renda. Assim, um fenômeno de ordem microeconômica (o processo de formação de preços que que determina a distribuição funcional da renda) constitui-se em um importante parâmetro para a determinação do nível do produto. Esse segundo processo tem como elemento essencial o princípio da demanda efetiva, segundo o qual são os gastos que determinam a renda. Nessa perspectiva, aumentos de salários afetam tanto o lado da oferta, via maiores custos, como também o lado da demanda - via maior consumo agregado. Por sua vez, o processo de desenvolvimento econômico tardio por vezes se observou desbalanceado no ambiente regional, acentuando desequilíbrios e relações de dependência. Com isso em vista, a dissertação analisa, de uma perspectiva do modelo kaleckiano, o desenvolvimento regional para países de renda média. Tais países já apresentam uma estrutura de concorrência imperfeita e de mercado interno considerável, embora enfrentem uma relação centro-periferia no comércio internacional. Um modelo formal é construído admitindo-se que a economia nacional possa ser dividida entre uma região desenvolvida e outra subdesenvolvida. Buscando caracterizar essas regiões,admitem-se diferentes propensões a consumir e diferentes composições da variável demanda por investimento, incluindo os custos de transporte relativos como um aspecto regional crucial. Procura-se, assim, discutir a possibilidade de diferentes regimes de demanda e de acumulação para as diferentes regiões dentro de uma mesma economia. Em casos de regimes divergentes (de demanda e acumulação), argumenta-se que as políticas não discricionárias adotadas em âmbito nacional podem ampliaras desigualdades regionais. Dessa forma, políticas compensatórias surgem como uma alternativa necessária para diminuir tais distorções.
Abstract: The neokaleckian theory develops a framework that explicitly considers the role of the effective demand, particularly the impact of the functional distribution of income. In this context, microeconomic aspects, such as price formation and the consequent impact on profits and functional distribution of income, represent an important parameter to determine growth and product. Similarly, wages affect both the supply side, through costs, and the demand-side, due to a rise in the aggregate demand. The present work thus introduces this theory into an analysis of regional development in middle-income countries. Backward economic development has often presented uneven advances regarding regional aspects, reinforcing economic imbalances and trade dependence relations. These countries already present monopoly structures and a relevant domestic market, although still subjected to a center-periphery relation in international trade. We structure a formal model admitting a national economy that may be divided in two regions: a developed and an underdeveloped one. In order to characterize them, we assume different propensities to consume and distinct compositions of the demand for investment, including relative transport costs as crucial regional aspect. Once we introduce these aspects, we allow the discussion of distinct regimes of accumulation and demand for different regions within the same economy. In case of divergent regimes (demand and/or accumulation), we argue that nationally non-discretionary macroeconomic policies may reinforce regional inequalities. In this context, compensatory policies emerge as an alternative to diminish these distortions.
metadata.dc.subject.other: Desenvolvimento regional
Renda
Distribuição
Economia
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.publisher.department: FACE - FACULDADE DE CIENCIAS ECONOMICAS
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Economia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/pt/
URI: http://hdl.handle.net/1843/32091
Issue Date: 2-Apr- 18
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Versão Capa Dura.pdf855.4 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons