Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/33110
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Vinicius dos Reis Silvapt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1192338650425421pt_BR
dc.contributor.advisor-co1Ana Cláudia Pereira dos Santos Cruzpt_BR
dc.contributor.referee1Vinicius dos Reis Silvapt_BR
dc.contributor.referee2Tiziane Rogério Madureirapt_BR
dc.creatorVICTOR HUGO BORGES PEIXOTO DE OLIVEIRApt_BR
dc.date.accessioned2020-04-03T16:02:05Z-
dc.date.available2020-04-03T16:02:05Z-
dc.date.issued2019-12-14-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1843/33110-
dc.description.resumoA infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) é uma pandemia que tem alta prevalência principalmente nos países emergentes e caracteriza-se como um importante problema de saúde pública. Sua fisiopatologia resume-se na infecção de linfócitos CD4+ pelo vírus, o qual debilita a célula e se prolifera acometendo o sistema imune do indivíduo, podendo evoluir a longo prazo para a síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). O HIV/AIDS é uma doença crônica a qual não há cura, o tratamento é disponibilizado gratuitamente pelo serviço único de saúde, através das medicações retrovirais (coquetéis). Na atualidade vemos um evento denominado como feminilização do HIV, o qual consiste no acometimento crescente do número de mulheres infectadas pelo vírus, refletindo a necessidade de ações no âmbito da educação em saúde que visem atuar frente esta situação epidemiológica. Destaca-se a carência de políticas públicas que façam esta captação dos usuários infectados pelo vírus, em especial das mulheres não-gestantes, e que lhes dê auxílio qualificado sobre suas próprias condições de saúde de modo a estimular o autocuidado e medidas com vistas na profilaxia. Este projeto de intervenção tem como objetivo proporcionar o conhecimento sobre o vírus da imunodeficiência humana (HIV), por intermédio de ações educativas, à mulheres HIV-positivas em situação de vulnerabilidade social vinculadas à Associação Fátima Educar e Crescer (AFEC) no município de Belo Horizonte, Minas Gerais. Espera-se que por intermédio desta iniciativa de educação em saúde, realizada no âmbito da enfermagem, seja possível obter êxito ao abordar questões relativas ao autocuidado das mulheres atendidas na instituição, levando em consideração suas singularidades e dúvidas pessoais correlativas ao processo HIV/AIDS, bem como a fisiopatologia da doença, formas de contágio, transmissão vertical e a conscientização coletiva.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Minas Geraispt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentENFERMAGEM - ESCOLA DE ENFERMAGEMpt_BR
dc.publisher.programCurso de Especialização em Formação de Educadores em Saúdept_BR
dc.publisher.initialsUFMGpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectHIVpt_BR
dc.subjectmulheres com HIVpt_BR
dc.subjectEducação em Saúdept_BR
dc.subject.otherHIVpt_BR
dc.subject.otherMulherespt_BR
dc.subject.otherEducação em Saúdept_BR
dc.subject.otherVulnerabilidade Socialpt_BR
dc.titlePráticas de educação em saúde voltadas à mulheres hivpositivas em situação de vulnerabilidade social em instituição filantrópica no município de Belo Horizonte, Minas Geraispt_BR
dc.typeMonografia (especialização)pt_BR
Appears in Collections:Especialização em Formação de Educadores em Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VICTOR HUGO BORGES PEIXOTO DE OLIVEIRA (3).pdf227.83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.