Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-933FRZ
metadata.dc.type: Dissertação de Mestrado
Title: Qualidade de vida no trabalho: uma análise das características da tarefa de profissionais bibliotecários atuantes em bibliotecas universitárias
metadata.dc.creator: Nadina Aparecida Moreno
metadata.dc.contributor.advisor1: Lucio Flavio Renault de Moraes
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Jeannette Marguerite Kremer
metadata.dc.contributor.referee1: Graça Maria Simões Luz
metadata.dc.contributor.referee2: Ricardo Rodrigues Barbosa
metadata.dc.description.resumo: Investigou-se a qualidade de vida no trabalho (QVT) de profissionais bibliotecários que atuam em bibliotecas das universidades estaduais do Paraná, através das seguintes variáveis: autonomia; variedade de habilidade; identidade da tarefa; significado da tarefa; feedback extrínseco; feedback intrínseco; inter-relacionamento; percepção da significância do trabalho; percepção da responsabilidade pelos resultados; conhecimento dos reais resultados do trabalho; satisfação geral; motivação interna com o trabalho; satisfação com: a possibilidade de crescimento, a supervisão, a segurança no trabalho, a compensação e o ambiente social. Aferiu-se também o potencial motivacional da tarefa e a necessidade individual de crescimento. Como fundamentação teórica, realizou-se uma revisão bibliográfica apontando as principais abordagens relativas à QVT. O marco teórico utilizado na pesquisa foi o Modelo das Características da tarefa desenvolvido por HACKMAN e OLDHAM (1975) e, como instrumento operacionalizante, fez-se uso do Job Diagnostic Survey-JDS. Os resultados evidenciaram que a qualidade de vida no trabalho-QVT dos informantes é insatisfatória em relação às variáveis medidas pelo referido modelo. Observou-se que o significado da tarefa foi à única variável que se apresentou frequentemente como positiva para com os fatores demográficos, profissionais e institucionais. Em contrapartida, as variáveis conhecimento dos reais resultados do trabalho, a identidade da tarefa e o feedback extrínseco foram as que se apresentaram constantemente como críticas. Através dos resultados obtidos na pesquisa, verificou-se que o nível de qualidade de vida no trabalho dos profissionais bibliotecários é mais deficiente no terceiro bloco-resultados pessoais e de trabalho, exatamente onde estão inseridos os resultados emocionais e as satisfações contextuais
metadata.dc.subject.other: Biblioteconomia
Bibliotecas universitárias
Qualidade de vida no trabalho
Bibliotecarios de universidades
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-933FRZ
Issue Date: 11-Dec-1991
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_nadinaaparecidamoreno.pdf94.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.