Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-967NC9
metadata.dc.type: Tese de Doutorado
Title: O estoicismo imperial como momento da idéia de justiça: universalismo, liberdade e igualdade no discurso da Stoá em Roma
metadata.dc.creator: Andityas Soares de Moura Costa Matos
metadata.dc.contributor.advisor1: Joaquim Carlos Salgado
metadata.dc.contributor.referee1: Arno Dal Ri Junior
metadata.dc.contributor.referee2: Eduardo Carlos Bianca Bittar
metadata.dc.contributor.referee3: Maria Helena Damasceno e S Megale
metadata.dc.contributor.referee4: Jose Luiz Borges Horta
metadata.dc.description.resumo: Apesar de amplamente estudada em sede filosófica pura, a escola estoica romana ainda não recebeu tratamento sistemático no que se refere a Filosofia Jurídica, cuja principal preocupação radica-se na descrição histórico-crítica da justiça enquanto ideia e projeto. Há, semdúvida, textos acadêmicos que relacionam o estoicismo ao Direito Romano e, de forma geral, a noção de direito, tomado o termo no seu sentido objetivo. Todavia, a bibliografia jusfilosófica ressente-se de uma análise capaz de evidenciar a contribuição estoica para a conformação da ideia de justiça contemporênea que, conforme assevera Salgado, deve ser tratada pela Filosofia do Direito.
metadata.dc.subject.other: Direito
Justiça
Direito Filosofia
Ética e direito
metadata.dc.language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
metadata.dc.publisher.initials: UFMG
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-967NC9
Issue Date: 5-Jun-2009
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File SizeFormat 
direito__andityassoaresmouracostamatos_tese.pdf2.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.