Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B5FPMQ
Type: Tese de Doutorado
Title: Uma abordagem continuísta da psicopatologia psicanalítica: um percurso por Freud, Lacan e a teoria da sedução generalizada de Jean Laplanche
Authors: Felippe Figueiredo Lattanzio
First Advisor: Paulo Cesar de Carvalho Ribeiro
First Referee: Gilson de Paulo Moreira Iannini
Second Referee: Fabio Roberto Rodrigues Belo
Third Referee: Marta Rezende Cardoso
metadata.dc.contributor.referee4: Luiz Carlos Tarelho
Abstract: A tese formula uma interpretação continuísta da psicopatologia psicanalítica, propondo uma linha de continuidade entre neuroses e psicoses. Não argumentamos no sentido de uma homologia entre neuroses e psicoses, mas sim no sentido de que tais formas de sofrimento psíquico não são separadas por uma barreira rígida. A primeira parte da tese apresenta uma análise crítica do discreto e do contínuo na história da psicanálise, utilizando a escola francesa de psicanálise como parâmetro. Partindo de apontamentos sobre o problema do discreto e do contínuo em Freud, conclui-se que sua teoria não fornece subsídios para uma apreensão descontínua da psicopatologia; ao contrário, percebe-se em Freud uma tendência a considerar pontos de contato entre as diversas formas do sofrimento psíquico. É a partir do recurso de Lacan ao estruturalismo que uma visão descontínua da psicopatologia psicanalítica se desenha, com a noção de estruturas clínicas. Dessa forma, percorremos a gênese e o desenvolvimento da utilização do estruturalismo por Lacan, entendendo seus limites e formulando críticas aos fundamentos binários que consideramos inadequados para se pensar a diversidade do sofrimento psíquico. Por outro lado, não deixamos de considerar a importância de algumas contribuições de Lacan para a compreensão teórica e o manejo clínico das neuroses e psicoses. Na segunda parte da tese recorremos à teoria da sedução generalizada, de Laplanche, para fundamentar um modelo de tópica psíquica e de inconsciente que nos permita retomar a psicopatologia sob um viés continuísta. Dentro dessa análise e dialogando com outros autores (além do próprio Laplanche) que se debruçam sobre os impasses da teoria laplancheana (como Ribeiro, Bleichmar, Dejours, Tarelho, Cardoso, Scarfone, Martens), damos nossa própria interpretação a alguns pontos dilemáticos das discussões atuais sobre os elementos encravados, a clivagem estrutural e a terceira tópica. Seguimos nosso percurso com a análise dos grandes modelos de ligação do sexual (castração, Édipo, lógica fálica, Nome-do-Pai) presentes em nossa realidade histórica, situando um continuum de sua incidência a partir da relação entre gênero e recalque, uma vez que consideramos esta relação decisiva para compreendermos o caráter defensivo dessas formas de ligação. Tomando o Nome-do-Pai como paradigma da conexão entre o originário e as formas de ligação uma lei que regula o desejo , propomos um continuum circular de sua incidência, no qual tanto sua ausência quanto sua totalidade desembocariam na psicose. Alguns fenômenos clínicos são analisados de forma a corroborar a centralidade do sexo-gênero nos processos psicóticos (como é o caso do empuxo-à-mulher e das dificuldades de se situar perante a diferença sexual). São pensadas, enfim, algumas consequências diagnósticas e clínicas da concepção proposta, a partir da análise de quatro vinhetas de casos clínicos
Abstract: The thesis formulates an interpretation of the psychoanalytic psychopathology based on a continuous perspective, proposing a line of continuity between neuroses and psychoses. We do not argue in the sense of a homology between neuroses and psychoses, but in the sense that a rigid barrier does not separate such forms of psychic suffering. The first part of the thesis presents a critical analysis of the notions of discrete and continuous in the history of psychoanalysis, having the French school of psychoanalysis as a parameter. Starting from notes on the problem of the discrete and the continuous in Freud, it is possible to conclude that his theory does not provide subsidies for a discontinuous apprehension of psychopathology; on the contrary, we note a tendency in Freud to consider points of contact between the various forms of psychic suffering. A discontinuous view of the psychoanalytic psychopathology is drawn with Lacans resort to structuralism, with the notion of clinical structures. Considering this, we go through the genesis and development of Lacan's use of structuralism, understanding its limits and formulating criticisms of the binary fundaments which we consider inadequate in order to think about the diversity of psychic suffering. On the other hand, we do not neglect to consider the importance of some of Lacan's contributions to the theoretical understanding and clinical management of neuroses and psychoses. On the second part of the thesis we turn to Laplanches theory in order to substantiate a model of the psychic topic and of the unconscious that allow us to address psychopathology in a continuous bias. In this analysis, in dialogue with other authors (besides Laplanche) who focus on the impasses of the Laplanchean theory (such as Ribeiro, Bleichmar, Dejours, Tarelho, Cardoso, Scarfone, Martens), we give our own interpretation to some dilemmatic points brought up in recent discussions related to enclosed elements, structural splitting and the third topic. We go on and analyze the great models of sexual linkage (castration, Oedipus, phallic logic, the Name-of-the-Father) present in our historical reality, locating a continuum in their incidence based on the relationship between gender and repression since we consider this relationship crucial in order to understand the defensive character of these forms of linkage. Taking the Name-of-Father - a law that regulates desire - as the paradigm of the connection between elements related to the origins and the various forms of linkage, we propose a "circular continuum" of its incidence, in which its absence as well as its totality would lead to psychosis. Some clinical phenomena are analyzed in order to corroborate the centrality of sex-gender in psychotic processes (such as in the case of the Push-to-the-woman and in the difficulties one faces when dealing with the sexual difference). Finally, some diagnostic and clinical consequences of the proposed conception are drawn, based on the analysis of four vignettes of clinical cases
Subject: Psicoses
Neuroses
Psicopatologia
Psicologia
language: Português
Publisher: Universidade Federal de Minas Gerais
Publisher Initials: UFMG
Rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-B5FPMQ
Issue Date: 25-May-2018
Appears in Collections:Teses de Doutorado



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools